O Tigre de Sharpe – Bernard Cornwell

tigrepor Mariana Guarilha 

Em sua primeira aventura Richard Sharpe, um soldado inglês que não parece muito a vontade com os códigos do exército britânico está na Ìndia para derrubar o Sultão Taipu, um grande aliado dos franceses. Quando é acusado de insubordinação, Sharpe não tem outra opção a não ser aceitar uma missão perigosa: se infiltrar no exército inimigo para passar informações estratégicas.

A cidade de Seringapattan é uma fortaleza praticamente inexpugnável, o sucesso do exército inglês depende quase completamente de seus espiões, porém uma situação inesperada faz com que Sharpe tenha que lutar com seus próprios companheiros

Com o desafeto do sargento Hakeswill, parece que Sharpe não tem uma grande chance de crescer na Companhia Ligeira do 33º Regimento do Rei. Junto aos mercenários franceses  Sharpe parece mais a vontade, e mesmo os favores do Sultão parecem uma oportunidade melhor do que a dura disciplina do exército inglês.

O Tigre de Sharpe é narrado em terceira pessoa, e quase totalmente na voz de Dick Sharpe, porém em alguns capítulos é necessário a presença de outro narrador . Como é comum a outras obras de Bernard Cornwell, os personagens fictícios do autor convivem com personagens históricos , e o sucesso da narrativa se dá por essa interação parecer crível graças a riqueza de detalhes da ambientação. Também em comum com outros livros do autor há excelentes cenas de batalha que colocam o leitor no centro da ação.

the-storming-of-seringapatam-by-after-william-heath

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s