A Sensitiva -Hannah Howell

por Mariana Guarilha

whatsapp-image-2016-09-14-at-22-24-26O segundo livro da série Wherlock conta a história da azarada Penélope. Quase uma gata borralheira, Penélope após ficar órfã é obrigada a viver com a família do segundo marido de sua mãe. Seus meio-irmãos, os orgulhosos Clarissa e Charles nunca a consideraram parte da família, e se apropriaram de sua herança isolando-a da sociedade local.

Penélope tinha uma grande responsabilidade, quando sua mãe deixou os bastardos do seu pai sem lar após ele morrer, ela toma os irmãos sob sua responsabilidade, dividindo o tempo que passa no porão da casa de seus meio-irmãos com a alegre Toca Wherlock. Quando os demais Wherlocks descobriram a disposição da moça para cuidar de dois bastardos da família começaram a trazer seus filhos naturais. Assim, Penélope acabou responsável por manter dez crianças com seus magros ganhos.

O senso de responsabilidade não é a única característica incomum a Penélope, ela tem um dom especial e pode se comunicar com os espíritos. Esse tipo de dom não é incomum aos Wherlocks , apesar de se manifestar de forma diferente em cada indivíduo. Como seus antepassados tiveram dificuldades e foram acusados de bruxaria, os nobres Wherlock tendem a levar uma vida reclusa.

Quando Lorde Ashton salva Penélope de um plano nefasto de sua família para se apropriar de tudo que lhe resta antes que ela atinja a maioridade, ele se apaixona perdidamente por ela. Porém, há várias complicações que atrapalham o romance: O Visconde teve toda sua herança consumida pelo pai libertino e para não acabar com toda a sua família na prisão dos devedores, Ashton precisa se casar com uma rica herdeira. Clarissa, a meia-irmã de Penélope parece a esposa perfeita para ele, pois como o título de nobreza recente do seu irmão é um tanto novo e desprezado por parte da sociedade, ela também se beneficiaria do casamento.

Conforme Ashton e seus amigos se comprometem a ajudar a Penélope, ele se afeiçoa a ela e as crianças que ela protege e parece cada vez mais difícil se conformar com um casamento de conveniência com a fria Clarissa.

Uma das grandes diferenças para o estilo de Hanna Howell para os livros de época a que estou acostumada é que há muita ação, a história não se passa entre chás e bailes apenas, mas eles descobrem conspirações e andam pelas ruas perigosas da Londres Vitoriana. Além dessa diferença, há muitos personagens coadjuvantes tão bem delineados que espero encontrá-los nos outros livros da série.

41

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s