Ligeiramente Casados – Mary Balogh

ligeiramente-casadospor Mariana Guarilha 

Aidan Bedwing pertence a uma família numerosa e próspera, sua mãe tinha paixão por literatura e batizou seus filhos com nomes exóticos que encontrava em seus livros: Wulfric, Aindan, Rannulf, Freydja, Alleyne e Morgan perderam os pais muito cedo,e  isso fez com que ficassem muito unidos. Os orgulhosos descendentes do antigo Duque de Bewcastle não formavam uma família comum, apesar do orgulho pela sua linhagem, costumavam desprezar algumas regras da sociedade que achavam frívolas, mas possuíam um peculiar senso de honra.

Foi a honra que levou Aidan a procurar a irmã de um de seus subordinados após ele pedir no leito de morte que a protegesse. Quando chegou a propriedade de Eve Morris encontra uma situação peculiar. Não só a morte do Capitão Percival Morris entristece aquela casa , mas também os perigos de uma armadilha burocrática.

Percival entrou em conflito com seu pai e para castigá-lo o antigo minerador de carvão que fez fortuna, coloca suas terras sob a tutela de sua filha Eve. O arranjo poderia ter gerado conflito entre os irmãos, porém os amorosos Percival e Eve sempre foram unidos demais para isso. O pai estipulou que se Eve não se casasse até determinada data, as terras seriam legadas a seu irmão novamente, e na falta deste a um primo distante. Apaixonada por um vizinho , ela arrisca suas terras aguardando pela volta dele.

c3a3072bc4289ec7dd68347bf6b124a0Não é só o futuro de Eve que estaria em perigo com a perda de suas propriedades, ela já era famosa por recolher sob sua tutela pessoas que não encontrariam trabalho em outro lugar. É seu amor e o senso de responsabilidade por estas pessoas que fazem com que Eve se case com Aidan para proteger seu futuro.

A história demorou um pouco a me conquistar. Aidan e sua personalidade estóica fizeram com que fosse difícil me apaixonar por ele. Porém quando toda a família Bedwing aparece e a bondosa Eve é obrigada a entrar em conflito com os orgulhosos aristocratas o livro ganha o leitor. Conhecidos de quem leu Um verão inesquecível, os Bedwings são os vizinhos orgulhosos do Marquês de Ravensberg.

O seu desprezo por algumas regras sociais, e o seu senso de dever para com a família fazem da história dos Bedwings algo diferente do que costumamos encontrar em outros romances de época ambientados no período da Regência. Ainda que se utilize de alguns clichês, Mary Balogh possui um senso de humor que faz com que cada história seja única. Q

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s