As Mulheres de Ken Follett

por Ethel Duveen

13410528_952476271535878_1747566525_o

Sempre achei curioso imaginar o que leva as pessoas a gostarem de determinadas coisas que muitas vezes são desinteressantes, ou até desagradáveis, para outras. Como leitora tenho minhas preferências literárias e um dos meus escritores favoritos é Ken Follett. O autor é o mestre dos romances históricos, que não por coincidência também é um gênero literário que listo  entre meus prediletos.
Depois de ler vários livros do autor me dei conta de outra razão pela qual suas obras tão envolventes para mim: as mulheres escritas por Ken Follett. Suas histórias são protagonizadas por mulheres que invariavelmente são inteligentes, fortes, questionadoras e apaixonadas. Seguem alguns exemplos dessas mulheres apaixonantes:

“Queda de Gigantes” primeiro livro da trilogia O Século
Capa_QuedaDeGigante_41mm.pdfEthel Williams – Ethel é galesa, filha de um sindicalista que luta pelos direitos dos mineradores no início do Século XX. Ela se apaixona pelo jovem, belo e conservador Conde Edward Fitzherbert. Fitz, como é conhecido pelos amigos, também é apaixonado por Ethel, mas ele é um homem fraco e não consegue romper com as convenções do seu tempo e assumir esse amor. Ethel se torna amiga e confidente da irmã de Fitz, Maud, e ambas se mudam para Londres e trabalham em favor de jovens mães desamparadas pela guerra. Quando fica mais velha, Ethel torna-se uma atuante sufragista e uma das pouquíssimas mulheres com grande influência política no seu tempo.

Maud Fitzherbert – de origem britânica, Maud é a irmã mais nova de Fitz. As convenções sociais da época a obrigam a obedecer os caprichos de seu irmão e a viver segundo suas regras. Maud se apaixona pelo melhor amigo de Fitz, o oficial alemão Walter Von Ulrich. Quando o decreto da Primeira Guerra Mundial tornar-se iminente, Maud e Walter se veem em lados opostos do conflito. Ao contrário de Fitz, Walter está disposto a tudo para não perder a mulher que ama. Maud também está decida a lutar pelo amor de Walter e vai se juntar à Ethel em sua luta pelos direitos das mulheres.

KEN-CAPA“As Espiãs do dia D”
Felicity Clairet – também conhecida como Flick ou Leoparda, Felicity é uma agente britânica que luta ao lado da Resistência francesa durante a ocupação alemã. Flick vive um casamento desgastado com o professor, e também agente secreto, Michel Clairet. Depois de um atentado frustrado contra um ninho de oficiais do terceiro Reich, Flick torna-se a líder de uma ousada operação de espionagem. Um time de mulheres inexperientes sob seu comando vai tentar explodir a central telefônica nazista em Sainte-Cecile. Ao longo da narrativa Flick é perseguida pelo oficial nazista e torturador profissional Dieter Franck. Durante o treinamento relâmpago de suas novas recrutas Flick se apaixona pelo Major americano Paul Chancellor.

pilares“Pilares da Terra”

Ellen, a herege – Ellen vive sozinha com Jack, seu único filho, em uma floresta no interior da Inglaterra no ano de 1135. Ela é foragida da lei e perseguida pela Igreja por ter enfrentado um padre católico e um poderoso nobre britânico que acusaram e condenaram o pai de Jack à forca. Completamente independente e auto suficiente, Ellen não tem medo de dizer o que pensa e lutar pelo que quer, sua determinação e ousadia ficam claras nessa passagem:
“- Eu o amo – disse arrebatadamente. – Amei-o desde o primeiro momento que o vi. Sempre quis um homem que pudesse ser forte e delicado, e achei que isso não existisse. Então eu o conheci. Quis você para mim. Mas pude ver que amava sua esposa. Meu Deus, como a invejei! Sinto muito que ela tenha morrido, sinto mesmo, porque posso ver a dor nos seus olhos, e todas as lágrimas esperando para serem derramadas, e parte meu coração vê-lo tão triste. Agora que ela se foi, porém, quero você pra mim.”

Lady Aliena – órfã de mãe, a jovem Aliena é a mimada filha do Conde Bartholomew de Shiring. Quando Bartholomew perde seu título e suas terras, Aliena se vê obrigada a lutar pela própria sobrevivência e ainda cuidar de seu irmão mais novo, Richard. Ela se recusa a casar com o filho do novo Conde, William Hamleigh e pelo resto de sua vida William a persegue por causa disso. Enfrentando a oposição de homens influentes e poderosos, Aliena conta com o apoio do bondoso Padre Phillip para se estabelecer como uma próspera comerciante de lã no condado de Kingsbridge. Devido a um trauma do passado Aliena tem dificuldade em se abrir para o amor, mas ela acaba se rendendo aos encantos gentis de um tímido escultor chamado Jack.

Anúncios

2 comentários sobre “As Mulheres de Ken Follett

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s