(Review) – Outlander 2:02 Not in Scotland Anymore

reddress

Versailles e o “Red Dress”

por Ethel Duveen

Morno. Essa é a palavra que melhor descreve episódio 2 . Vejam bem, eu AMO os livros da Diana Gabaldon, e entendo perfeitamente quea série trata-se de uma adaptação, não uma cópia fiel de cada palavra que ela escreveu. Acho a série fantástica, em geral penso que ela traduz muito bem a história. Há, inclusive, vários diálogos que são literalmente iguais aos do livro.

Outlander-Not-in-Scotland-Anymore-2x02-promotional-picture-outlander-2014-tv-series-39494895-1800-1200

A fantástica reprodução de Paris mostra que definitivamente não estamos mais na Escócia.

Dito isso achei que foi meio insosso. Faltou tempero, faltou graça, faltou drama, faltou paixão, faltaram fortes emoções. Enfim, faltou tudo que tanto amamos nos livros de Diana. Foi morno e Outlander é tudo menos morno. Vamos ao episódio.

O início captura a atenção com uma cena quente entre Jamie e Claire. Só que não! Trata-se de um pesadelo de Jamie e fiquei com ódio de ver a cara do Black Jack falando para o Jamie não parar – “Don’t stop”. Tudo bem, Jamie está traumatizado, vale a pena mostrar isso e agora já entendemos, ok?

Há uma mudança de cena, acompanhada por uma trilha sonora espetacular, que me leva direto para a Paris do Século XVIII. Definitivamente não estamos mais na Escócia. Os cenários e figurinos são mais que perfeitos e completam essa transição. Palmas para o pessoal da direção de arte.

raymondClaire vai até a loja de Mestre Raymond, cujo ambiente foi traduzido à perfeição, com direito até ao famoso crocodilo pendurado no teto. Adorei o detalhe do colete de Mestre Raymond ser bordado com símbolos esotéricos, ponto para Terry Dresbach! Sou fã de Mestre Raymond e penso que Dominique Pinon está perfeito no papel.

Gostei de ver Murtagh e Jamie praticando suas habilidades com a espada. Gosto da relação deles, gosto de Murtagh ser essa figura paterna para Jamie na série. Nos livros esse papel cabe a Dougal Mac Kenzie.

Jamie se encontra com o Bonnie Prince no bordel e ganha a confiança dele. O plano para impedir o levante jacobita começa a tomar forma. Claire também está fazendo sua parte e torna-se amiga de Louise de Roham. Claire Simonne foi uma ótima escolha para o papel de Louise, ela é a pessoa mais vibrante no episódio, e roubou a cena da depilação.

Outlander-Not-in-Scotland-Anymore-2x02-promotional-picture-outlander-2014-tv-series-39494890-1800-1200

O começo das loucas noites de Jamie e “Bonnie Prince”

Então vemos Claire no quarto com Jamie e ela  “mostra” pra ele que depilou o “honey pot”. Essa cena que é tão divertida no livro ficou meio… morna. Mas calma aí, tem um clima bem  erótico entre os dois e por mim, tudo bem. Só que não. De novo! Não era preciso mostrar o trauma novamente, deu a impressão que Jamie estava impotente e nós sabemos que não era esse o caso. Desnecessário. Despedício de uma cena ótima, ficou morna.

Outlander-Season-2-Episode-2-TV-Review-Tom-Lorenzo-Site-3

Louise e Amy, colocá-las lado a lado foi uma opção interessante.

O emblemático vestido vermelho. Ficou deslumbrante e Cait estava espetacular nele. As expressões de Jamie e Murtagh olhando pra ela foram perfeitas e lá vão eles para o baile do Rei Louis. Annelise, a ex do Jamie, está no baile e vem toda faceira falar com ele. As caras de Claire, mal engolindo o ciúme, e Jamie, tentando disfarçar o constrangimento, foram impagáveis. (Tem vários memes ótimos dessa cena na internet!)

A entrada do Rei foi uma verdadeira aparição, sua amante com os seios adornados por jóias e completamente nus. Ficou bem fiel à descrição do livro. O traje dourado do Rei também é lindo, digno de um… bem, digno de um Rei.

b-outlander-exclusive-photo

Murtagh vê o Duque de Sandringham e vai pra cima dele descontrolado, Jamie o acalma e Claire se junta à eles. Mais um ponto para o elenco aqui, o Duque de Sandringham é deliciosamente insuportável, adoro!  Alex Randall se aproxima e o Duque o apresenta para Claire, e assim ela descobre que Black Jack está vivo. Ela se pergunta se deve ou não contar a verdade para Jamie. Vamos aguardar.

outlander-not-in-scotland-anymore-review_4zpb.640

Louis, Jamie, St. Germain

Pra terminar preciso falar sério sobre Sam Heugham. A forma que Jamie foi retratado nesse episódio não ajudou, ele estava apático e subserviente. Mas, para nossa alegria, Sam ilumina a tela cada vez que aparece e é capaz de esquentar até o episódio mais morno. Eu juro que tento me conter, mas um sorriso idiota aparece no meu rosto cada vez que olho pra ele. Tá bom, eu sei que sou eu e mais 1 milhão de fãs, fazer o quê?

P.S – Queridos amigos da Starz, vocês ganharam o campeonato antes do primeiro jogo quando escalaram Sam Heugham para dar vida à Jamie Fraser e só por isso vocês tem crédito comigo até a 37° temporada.

P.S 2 – Pensando melhor façamos o seguinte, vão fazendo novas temporadas aí que eu aviso quando o crédito estiver acabando.

Ethel Duveen  (sim esse é o meu nome mesmo ) é viciada em Outlander (principalmente nos livros de Diana Galbadon, mas também na série). Acredita firmemente que pra ser feliz é preciso um pouco de bom humor e muita literatura. Estuda Administração porque… bem, porque entende que é preciso sobreviver no mundo capitalista. 

outlander-christian-dior-exclusive-design

O belo trabalho de Terry Dresbach

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s